Ricky Martin virá ao Brasil em menos de dois meses. A novidade foi anunciada neste sábado pela edição brasileira da revista Vogue, mas não animou 100% dos fãs do borícua no país. O artista é um dos convidados na noite de gala amFar, evento beneficente que arrecada fundos para a lutra contra a Aids.

    A festa acontecerá em São Paulo no dia 15 de abril, na casa do empresário Dinho Diniz, neto de Abílio Diniz, dono do Pão de Açúcar. Marc Jacobs, Kate Moss, Naomi Campbell e Riccardo Tisci também estão entre os convidados ilustres do projeto.

    Ainda não se sabe se o intérprete de La Mordidita aproveitará a passagem pelo país para promover seu último álbum, A Quien Quiera Escuchar, lançado em fevereiro do ano passado.

    Em entrevista ao Programa do Gugu logo após a publicação do CD, o cantor afirmou que gostaria de fazer algo específico para o Brasil com esse novo trabalho e que tinha a intenção de divulgá-lo ainda em 2015. A promotour nunca aconteceu e os fãs levaram um balde de água fria depois que ele anunciou as datas da turnê latino-americana sem incluir nenhuma cidade brasileira.

    Ricky Martin trocou de empresário

    Dois anos após anunciar que entraria para o time de management de Veikko Fuhrmann e Rebecca Drucker, Ricky Martin trocou de manager mais uma vez. Armando Lozano, que acompanhou o borícua em sua turnê pelo México, foi promovido para gerir sua carreira internacionalmente.

    O artista não se pronunciou sobre a mudança de administração, nem sobre a permanência ou não dos antigos representantes em seu staff. Desta forma, a razão pela qual ele optou pela troca também é desconhecida.

    Até 2014, a carreira de Ricky Martin era comandada por Bruno del Granado, que permaneceu no posto por mais de uma década. Já o empresário pessoal do cantor de 44 anos é José Vega, que compõe o time do intérprete de Perdóname há longos anos.

    Fonte: Latin Pop Brasil | 27/02/2016

    Login